Bradesco lucra R$ 6,5 bilhões, no 1º trimestre de 2021

O Bradesco teve Lucro L íquido Recorrente, que exclui efeitos extraordinários no lucro, de R$ 6,5 bilhões, no 1º trimestre de 2021.

Os números representam uma alta de 73,6% em relação ao mesmo per íodo de 2020 e queda de 4,2% no trimestre anterior (o Lucro L íquido Recorrente no 4º trimestre de 2020 foi de R$ 6,8 bilhões).

Mesmo com o excelente resultado, o banco fechou 8.547 postos de trabalho em doze meses e 888 no trimestre. Em doze meses, foram fechadas 1.088 agências e abertas 700 unidades de negócios totalizando 3.312 agências e 766 unidades de negócio.

Mesmo com a redução do quadro de funcionários o lucro reflete o compromisso dos funcionários, que em plena pandemia, têm redobrado os esforços para que possa o banco alcançar resultados tão bons. Por isso, eles precisam ser valorizados.

O retorno sobre o Patrimônio L íquido médio anualizado do banco (ROE) foi de 18,7%, com alta de 7,0 pontos percentuais (p.p.) em doze meses. Segundo o relatório do banco, o crescimento observado no resultado, em relação ao 1T20, é reflexo de menores despesas com PDD no per íodo e da redução das despesas operacionais, além do aumento da margem financeira com clientes e mercado e do resultado das operações de seguros.

Compartilhe:
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
Comentários do Facebook

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Skip to content