.: Mais uma vez Cerest e Sindban fiscalizam Mercantil

O Sindicato dos Bancários de Piracicaba e Região (Sindban) e o Centro de Referência em Saúde do Trabalhador mais uma vez estiveram fiscalizando o Banco Mercantil do Brasil da Rua Prudente de Moraes, no centro de Piracicaba.

Na tarde desta quarta-feira, 7/4, o principal motivo foi a aglomeração na fila de espera que não estava respeitando o distanciamento correto.

Entretanto, ao vistoriar a agência, os fiscais do Cerest notaram que não havia totem de álcool em gel com acionamento por pedal, apenas pelas mãos. A exigência desse tipo de equipamento está na notificação feita pelo órgão.

Em relação à fila, o Cerest recomenda a organização antes da porta giratória de acesso ao banco, bem como melhor distribuição dela na área de autoatendimento.

Acrílico - Por fim, está sendo exigido que o banco instale proteção de acrílico entre os bancários e os clientes nas mesas de atendimento. O Banco Mercantil do Brasil tem o prazo de sete dias para providenciar os ajustes solicitados, quando a equipe do Cerest deve voltar à agência.

Segundo o presidente do Sindban, José Antonio Fernandes Paiva, “nosso esforço é para que tanto os bancários quanto os clientes estejam protegidos dos riscos de contágio pelo coronavírus. Esse nosso apelo, inclusive, está no ofício que protocolamos nas agências. O Mercantil precisa se sensibilizar mais com essas questões. Infelizmente, na semana passada, precisamos chegar ao ponto de multar o banco”, comentou.

Youtube

Enviar e-mail para amigo
X



Captcha:
O link da notícia será enviado automaticamente
Reportar erro!
X
Se você encontrou erro neste texto ou nesta página, por favor preencha os campos abaixo.
O link da notícia será enviado automaticamente




Captcha:
Menu
Enviar e-mail para amigo
X



Captcha:
O link da notícia será enviado automaticamente