.: Ato contra a reestruturação do BB

Nesta quarta-feira, 10/2, a partir das 08h30, o Sindban fará um ato na frente da agência do Banco do Brasil da Praça José Bonifácio contra o plano de reestruturação do banco.

Além de demitir 5000 empregados, os diretores do BB, com apoio do governo federal, querem fechar 361 unidades – sendo 112 agências, 7 escritórios e 242 postos de atendimento –, e descomissionar centenas de funções.

Tudo isso para preparar o banco para a privatização, um retrocesso, tendo em vista que o banco cumpre um importante papel social de fomentar a agricultura, por exemplo.

Os bancários do BB decidiram em assembleias realizada por todo o País que estão em Estado de Greve.

Ação na Justiça - Prevendo a postura da direção do banco, o Sindban já entrou na Justiça para garantir a função gratificada para os bancários do Banco do Brasil que atuam como caixas.  O BB quer que os caixas apenas sejam alocados nesta função por dia trabalhado, também conhecido como caixa eventual. Assim não mais existirá o atual modelo e remuneração dos caixas executivos, que deixarão de ter a gratificação permanente e passarão a ter uma gratificação proporcional apenas aos dias de atuação, se houver.

BB é essencial nas crises - Durante a crise causada pelo coronavírus, o Banco do Brasil concedeu R$ 6,6 bilhões em crédito para 110 mil micro e pequenas empresas por meio do Pronampe (Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte). Para efeito de comparação, por meio do mesmo programa, o Itaú concedeu R$ 3,9 bilhões para 42 mil empresas.

Youtube

Enviar e-mail para amigo
X



Captcha:
O link da notícia será enviado automaticamente
Reportar erro!
X
Se você encontrou erro neste texto ou nesta página, por favor preencha os campos abaixo.
O link da notícia será enviado automaticamente




Captcha:
Menu
Enviar e-mail para amigo
X



Captcha:
O link da notícia será enviado automaticamente