.: Sindicato barra carro-forte que tentava fazer abastecimento em horário irregular

Os diretores do SINDBAN flagraram carros-fortes de empresas de valores fazendo o abastecimento de numerário no Banco do Brasil, na manhã de sexta-feira (10/11), no Centro de Piracicaba em horário irregular e perigoso.

O serviço é regulamentado pelo decreto municipal 12.170 de 26 de junho de 2007, do então prefeito Barjas Negri, que regulamenta a lei municipal n. 5.734 de 16 de maio de 2006, de autoria do falecido vereador Euclides Buzetto. A legislação estabelece que para segurança de bancários, clientes e transeuntes em geral, a descarga de numerário para abastecimento de agências bancárias deve ser feita das 8 às 9h e das 16 às 17h.

A legislação municipal visa garantir a integridade física e segurança de bancários, clientes e pedestres em geral durante o abastecimento dos bancos, que são momentos de possíveis ataques de criminosos. A lei estabelece multa de R$ 500 para descumprimento, que dobra em caso de reincidência, cabendo a fiscalização para a equipe de Postura municipal.

Os veículos tentaram abastecer após as 9h, por isso foram impedidos pelos sindicalistas que exigiram o cumprimento da lei. A Polícia Militar foi acionada e quatro viaturas foram até o local para tentar garantir o abastecimento, mas ao tomarem ciência da legislação, os policiais militares apenas registraram a ocorrência. Nenhum incidente foi registrado.

O presidente do SINDBAN, José Antonio Fernandes Paiva e outros diretores conversaram com os policiais e também com a gerência da agência sobre a irregularidade.

Paiva disse que os bancos têm conhecimento da lei que limita a circulação de carros-fortes desde 2006, por isso “chega a ser constrangedor uma ação, como a que fizemos hoje no Banco do Brasil, simplesmente para exigir o cumprimento de uma lei de preservação à vida, de segurança à cliente e bancários”.

O vereador Gilmar Rotta esteve no local e agendou uma reunião com representantes de bancos, Sindicato e autoridades municipais para o dia 6 de dezembro, às 8h30, no prédio anexo à Câmara de Vereadores, para tratar do assunto.

“Infelizmente, acompanharmos hoje in loco a chegada um desses carros de transportadoras de valores fora da hora estabelecida pela lei municipal. Tentamos convencê-los de que não poderiam fazer e, infelizmente, acionaram mais de quatro viaturas da Polícia Militar tentando induzir a polícia a flexibilizar o cumprimento da lei”, destacou Paiva.

A firmeza do Sindicado, a presença da Câmara de Vereadores e o entendimento da Polícia Militar, de que está ali para preservar e exigir o cumprimento da lei, evitaram que fatos mais graves pudessem acontecer. “Fica claro que a lei municipal que determina o horário de abastecimento de valores para bancos não está sendo cumprida”, define Paiva. 

.: Veja Mais

Imagem Indisponível

Bolsa de Estudo Itaú Unibanco

Bancário Padrão será lançado nesta sexta-feira, 29

Bancário Padrão 2012 é lançado oficialmente amanhã

Imagem Indisponível

Contraf-CUT questiona modelo privado para banco de investimento do BB

SINDBAN TV

Enviar e-mail para amigo
X



Captcha:
O link da notícia será enviado automaticamente
Reportar erro!
X
Se você encontrou erro neste texto ou nesta página, por favor preencha os campos abaixo.
O link da notícia será enviado automaticamente




Captcha:
Menu
Enviar e-mail para amigo
X



Captcha:
O link da notícia será enviado automaticamente