.: Seeb Paraíba entra na Justiça que suspende reestruturação da Caixa

Na terça-feira (29), a 6ª Vara do Trabalho da Capital concedeu tutela cautelar em caráter antecedente (liminar), suspendendo a reestruturação da Caixa Econômica Federal na base do Sindicato dos Bancários da Paraíba. O descumprimento da medida judicial implica na aplicação de uma multa diária no valor de R$ 10 mil.

Para o diretor responsável pelo Jurídico do SEEB-PB, Jurandi Pereira, esse posicionamento favorável aos empregados da Caixa é fruto da atuação do Sindicato na defesa dos seus representados, através do escritório do Dr. Marcelo Assunção. “No dia 23 do mês passado entramos com uma reclamação contra o plano de reestruturação da instituição financeira pública, que promove a mudança estrutural sem prévia negociação com o movimento sindical e sem transparência, em prejuízo dos funcionários. Além disso, a falta de respeito ao funcionalismo também foi levada em conta pela Justiça do Trabalho, que agiu a favor dos bancários”, ressaltou.

A diretora do Sindicato e funcionária da Caixa, Silvana Ramalho, parabenizou seus colegas de trabalho pela conquista judicial e reforçou a importância da contínua mobilização nessa luta desigual em defesa dos direitos do funcionalismo.   “Estamos de parabéns por essa conquista, mas devemos permanecer unidos, mobilizados e discutindo estratégias para a preservação e ampliação dos nossos direitos, tanto em reuniões por local de trabalho, como em outros fóruns de discussão”, enfatizou a dirigente sindical.

Marcos Henriques, presidente do Sindicato dos Bancários da Paraíba, criticou a postura da direção da Caixa Econômica em implementar uma reestruturação sem dar conhecimento do processo às Entidades Sindicais e, principalmente, sem o conhecimento dos funcionários. “Medidas unilaterais não combinam com a democracia. Os funcionários precisam saber dos reflexos desse pacote tanto nas áreas-meio, como nas agências. Essa falta de transparência e respeito levou o Sindicato a exigir a suspensão da reestruturação em curso, pela via judicial, para que a direção da Caixa abra as negociações com as entidades representativas do funcionalismo e dê transparência ao processo de mudanças estruturais na instituição financeira pública”, concluiu.

Seeb Paraíba

.: Veja Mais

Imagem Indisponível

Crise bancária na Espanha faz G7 marcar reunião de emergência

Encontro do PT aprova candidatura de Paiva a Deputado Federal

Assédio moral será tema de Fórum Social em Porto Alegre

SINDBAN TV

Enviar e-mail para amigo
X



Captcha:
O link da notícia será enviado automaticamente
Reportar erro!
X
Se você encontrou erro neste texto ou nesta página, por favor preencha os campos abaixo.
O link da notícia será enviado automaticamente




Captcha:
Menu
Enviar e-mail para amigo
X



Captcha:
O link da notícia será enviado automaticamente