.: PLR dos afastados e das bancarias em licença-maternidade está garantida; bancos pediram nova pausa

A pressão do Comando Nacional dos Bancários, na mesa de negociação, e da categoria surtiu efeito. Os bancos recuaram na proposta que pretendia tirar das bancárias em licença-maternidade o direito a pagamento integral da PLR.

Também está mantida a cláusula 5ª, que prevê o pagamento do salário substituto, e a cláusula 10ª, do adicional de insalubridade e periculosidade.

Hoje na mesa de negociação, garantiu-se também o pagamento da PLR dos afastados, entre outros direitos da Convenção Coletiva de Trabalho (CCT). 

O movimento sindical cobrou aumento no índice de reajuste e a Fenaban pediu uma nova pausa, desta vez de uma hora, para consultar os bancos. Mais informações em breve.

.: Veja Mais

Reunião COE Itaú-Unibanco debate sobre demissões na instituição

Imagem Indisponível

Ana Botín é nomeada para ser nova presidente mundial do Santander

SindBan recebe representante da Chapa 1 em defesa da Cassi

SINDBAN TV

Enviar e-mail para amigo
X



Captcha:
O link da notícia será enviado automaticamente
Reportar erro!
X
Se você encontrou erro neste texto ou nesta página, por favor preencha os campos abaixo.
O link da notícia será enviado automaticamente




Captcha:
Menu
Enviar e-mail para amigo
X



Captcha:
O link da notícia será enviado automaticamente