.: Mesa bipartite de segurança bancária volta a se reunir depois da Campanha Nacional 2015

Cerca de um mês depois do fim da Campanha Nacional 2015, a Contraf –CUT, federações e sindicatos voltaram a se reunir com a Fenaban, nesta quinta-feira (03). O encontro foi válido pela comissão bipartite de segurança bancária, direito assegurado pela clausula 63 da Convenção Coletiva do Trabalho da categoria.

Os banqueiros foram para a mesa de negociação com uma postura surpreendente. “Imaginávamos que íamos continuar de onde paramos no último encontro, antes da campanha, quando estávamos discutindo a ampliação do projeto piloto de segurança bancária para mais duas cidades. Ao invés disso, eles quiseram discutir a renovação do projeto em Recife”, explicou João Rufino do Egito, diretor do Sindicato dos Bancários de Pernambuco.

Os dirigentes lembraram que o projeto-piloto foi avaliado positivamente, por ambas as partes, em Recife. Por isso, não faz sentido continuar nos mesmo moldes. “Queremos a efetivação do projeto em todo o Brasil. Se for para continuarmos como projeto-piloto, ele precisa ser melhorado, com a inclusão de mais itens de segurança”, completou Gustavo Tabatinga, secretário de Políticas Sindicais da Contraf-CUT.

Os representantes dos trabalhadores reafirmaram a necessidade da mesa bipartite avançar nas discussões dos dispositivos de segurança. “Nós não entendemos a insistência dos banqueiros a se recusarem a implementar dispositivos de segurança com a eficácia comprovada, como os biombos, que são de simples instalação e garantem a privacidade no momento das transações bancários, além de prevenir crimes como os chamados ‘saidinhas de banco’”, revelou o secretário de Políticas Sindicais da Contraf-CUT.

O representante da Fenaban disse que precisava consultar os bancos sobre as demandas apresentadas pelos bancários. O próximo encontro será marcado no início de 2016.

Contraf - CUT

.: Veja Mais

Imagem Indisponível

Última semana para aderir ao abaixo-assinado para PLR sem imposto de renda

Imagem Indisponível

Pesquisa mostra que cliente foi punido com tarifa bancária maior que inflação

Imagem Indisponível

Explicando porque permanecemos em greve

SINDBAN TV

Enviar e-mail para amigo
X



Captcha:
O link da notícia será enviado automaticamente
Reportar erro!
X
Se você encontrou erro neste texto ou nesta página, por favor preencha os campos abaixo.
O link da notícia será enviado automaticamente




Captcha:
Menu
Enviar e-mail para amigo
X



Captcha:
O link da notícia será enviado automaticamente