.: Má vontade do BB no retorno às negociações

Terminou sem avanços a negociação de quinta-feira, dia 21, entre funcionários e o Banco do Brasil pois a direção da instituição financeira não demonstrou a menor vontade de debater para valer questões que afetam diretamente a rotina dos bancários. O banco disse que não vai mais tocar no assunto do Plano de Carreira, Cargos e Salários (PCCS) e também não explicou convincentemente denúncias sobre fraudes dos acessos aos terminais de trabalho.

Um novo PCCS resolveria problemas graves como substituições não remuneradas e desvio de função, que são ilegais. Mas a direção do banco parece não querer resolver o problema ou pior, finge que ele não existe, aumentanto o passivo trabalhista.

As fraudes nos acessos aos terminais de trabalho estariam causado jornada extra ilegal, pois os bancários continuariam trabalhando mesmo após o expediente, usando a senha dos gestores. Essa prática é mais do que ilegal, é desumana, pois o funcionário é coagido a cumprir jornadas extenuantes. O banco diz ter o controle dos acessos. Então eles estão tolerando a fraude?

Ainda sobre a reestruturação, o banco garantiu que a Gepes, Dired e Dirao vão garantir que os bancários realocados irão ficar de preferência na mesma cidade e que tenham prioridade na concorrência de cargo.

Cassi e Previ - Os trabalhadores cobraram ainda a reabertura das negociações sobre a Cassi e a Previ, reivindicando a melhora do benefício com o superávit da Previ e também a implantação do plano odontológico na Cassi. É possível a implantação do plano, pois os resultados do ano passado foram positivos.

Também foi reivindicado o aumento no período da licença-maternidade especialmente para as mães que estão amamentando.

Vídeos do Sindicato

Enviar e-mail para amigo
X



Captcha:
O link da notícia será enviado automaticamente
Reportar erro!
X
Se você encontrou erro neste texto ou nesta página, por favor preencha os campos abaixo.
O link da notícia será enviado automaticamente




Captcha:
Menu
Enviar e-mail para amigo
X



Captcha:
O link da notícia será enviado automaticamente