.: Empregados precisam se mobilizar para impedir desmonte do banco e de seus direitos

Depois de serem desrespeitados em mesa de negociação, os empregados da Caixa foram surpreendidos, nesta sexta-feira (10), com mais um ataque da direção do banco: a revogação do RH 151, que versa sobre a incorporação de função. O banco faz esse movimento um antes da vigência da nova lei não podendo alegar o objetivo de se adequar à Reforma Trabalhista.

Maurício Nobre Vieira Júnior, diretor de Bancos Federais do SindBan (Sindicato dos Bancários de Piracicaba e Região) afirma que "o desmonte trabalhista atingirá os empregados da Caixa em cheio. E a direção da Caixa, nomeada pelo governo golpista de Temer, faz questão de pisar nos empregados. A revogação do RH 151, que significa um direito histórico dos empregados da Caixa, é de uma maldade desmedida com aqueles empregados que labutaram durante 10 anos na mesma função. Somente um sindicato forte e unido em torno dos empregados da Caixa resistirá á mais essa maldade!"

Dionísio Reis, coordenador Comissão Executiva dos Empregados da Caixa (CEE/Caixa), este é mais um ato que comprova o objetivo do governo federal em desmontar a Caixa. Por isso, está na hora dos empregados do banco se mobilizarem ainda mais fortemente para defender seus direitos, que só foram conquistados depois de lutas históricas.

 

feeb

.: Veja Mais

SINDBAN orienta bancários do Itaú a não aceitarem plano de demissão voluntária

Força da greve arranca nova negociação com a Fenaban nesta sexta

Imagem Indisponível

Itaú Unibanco abre nesta sexta inscrições para auxílio-educação 2011

SINDBAN TV

Enviar e-mail para amigo
X



Captcha:
O link da notícia será enviado automaticamente
Reportar erro!
X
Se você encontrou erro neste texto ou nesta página, por favor preencha os campos abaixo.
O link da notícia será enviado automaticamente




Captcha:
Menu
Enviar e-mail para amigo
X



Captcha:
O link da notícia será enviado automaticamente