.: Bancários do BB aprovam acordo

Os funcionários do Banco do Brasil da base do Sindban aprovaram a proposta do Acordo Coletivo de Trabalho Emergencial (Pandemia Covid-19). Foram 87,88% de votos a favor e apenas 12,12% contra.

A proposta aprovada veta descomissionamento durante a pandemia, garante férias de 15 dias, abona dias 7 a 9, 28 e 29 de abril para quem estava em casa e concede desconto de 10% sobre banco de horas negativo.

O acordo é válido por dois anos, mas suas cláusulas perdem a validade assim que se encerrar o Estado de Calamidade em decorrência da pandemia de Covid-19, exceto ao que se refere à compensação do banco de horas negativo, que podem ser compensadas por 18 meses a contar a partir do dia em que foram realizadas.

O banco não poderá adiantar as férias compulsoriamente por dois anos. Além disso, o acordo traz melhorias em relação às medidas provisórias em vigor quanto à antecipação de férias.

O acordo é muito importante para os empregados que pertencem ao grupo de risco e não conseguem fazer home office, principalmente. Nesses casos é que a antecipação de férias ocorre normalmente e aí fica difícil eventualmente negociar venda de parcela de férias, porém quem está trabalhando em home office e sequer teve as férias antecipadas a possibilidade de vender parte das férias persiste.

Safra – A assembleia dos bancários do Safra também aprovou o acordo sobre jornada de trabalho e gratificação de função com 83,33% dos votos favoráveis.

Youtube

Enviar e-mail para amigo
X



Captcha:
O link da notícia será enviado automaticamente
Reportar erro!
X
Se você encontrou erro neste texto ou nesta página, por favor preencha os campos abaixo.
O link da notícia será enviado automaticamente




Captcha:
Menu
Enviar e-mail para amigo
X



Captcha:
O link da notícia será enviado automaticamente