.: Assinado acordo com a Fenaban; bancos têm até 10 dias para pagar PLR

O presidente do Sindicato dos Bancários de Piracicaba e Região, José Antonio Fernandes Paiva, participou, na tarde de quinta-feira, 30 de outubro, em São Paulo, da assinatura do acordo coletivo com a Fenaban (Federação Nacional dos Bancos). Com assinatura do acordo, Paiva explica que os bancos têm até 10 dias para iniciar o pagamento aos trabalhadores da antecipação da PLR (Participação nos Lucros e Resultados).
Nos bancos privados e na Nossa Caixa, o crédito da primeira parcela da regra básica da PLR – que corresponde a 45% do salário mais um valor fixo de R$ 483, limitado a R$ 3.150,50 –, deve ocorrer até o dia 10 de novembro. O Banco do Brasil paga a PLR semestral nesta sexta-feira dia 31, e o bônus de 200 anos, no valor de R$ 1.300,00 nos próximos dias. A Caixa Federal também antecipa 50% da PLR nesta sexta-feira.
O Santander anunciou que fará o crédito uma semana mais tarde, no dia 7 de novembro. O valor a ser pago aos trabalhadores – acima da regra básica e sem descontos dos programas de participação – será calculado levando-se em conta a variação do lucro líquido do primeiro semestre de 2007 em relação ao primeiro semestre de 2008 de cada instituição financeira.
PLR total – Na PLR conquistada neste ano, o percentual do salário foi elevado de 80% para 90% e o valor fixo subiu para R$ 966,00. Pela regra, os bancos têm de destinar no mínimo 5% e no máximo 15% do lucro líquido para a distribuição. Quando a distribuição não atingir os 5%, o pagamento deve ser majorado até chegar a 2,2 salários (até o ano passado o teto era de 2 salários), limitado a R$ 13.862,00. O total do adicional à PLR é de até R$ 1.980,00 com antecipação de até R$ 990,00 no primeiro semestre. Os créditos da segunda parcela da PLR e do adicional ocorrem em março de 2009, de acordo com os balanços anuais dos lucros das empresas.
Diferenças – As diferenças nos salários e nas verbas relativas aos meses de setembro e outubro serão creditadas em novembro (veja quadro). No caso dos salários, o reajuste será de 10% para quem ganha até R$ 2.500 e de 8,15% para quem ganha acima de R$ 2.500. No caso das demais verbas salariais, o índice utilizado para a correção foi de 8,15%.
Com isso, o auxílio-refeição passa a R$ 15,92, num total de 22 por mês, enquanto que a cesta-Alimentação chega a R$ 272,93. Juntos, estes dois benefícios garantem uma verba de R$ 623,00 mensal por bancário. O auxílio-creche/babá passou a R$ 196,18, para filhos com até 6 anos e 11 meses.

Vanderlei Zampaulo – MTb-20.124

.: Veja Mais

Imagem Indisponível

FRAUDES VIRTUAIS CONTRA BANCOS CHEGAM A 2,4 MIL POR DIA, DIZ POLÍCIA FEDERAL

HSBC é condenado por metas abusivas e cobranças desrespeitosas

Sindban representa Federação em Conferência dos Financiários

SINDBAN TV

Enviar e-mail para amigo
X



Captcha:
O link da notícia será enviado automaticamente
Reportar erro!
X
Se você encontrou erro neste texto ou nesta página, por favor preencha os campos abaixo.
O link da notícia será enviado automaticamente




Captcha:
Menu
Enviar e-mail para amigo
X



Captcha:
O link da notícia será enviado automaticamente