.: Assinado acordo com a Fenaban; bancos têm até 10 dias para pagar PLR

O presidente do Sindicato dos Bancários de Piracicaba e Região, José Antonio Fernandes Paiva, participou, na tarde de quinta-feira, 30 de outubro, em São Paulo, da assinatura do acordo coletivo com a Fenaban (Federação Nacional dos Bancos). Com assinatura do acordo, Paiva explica que os bancos têm até 10 dias para iniciar o pagamento aos trabalhadores da antecipação da PLR (Participação nos Lucros e Resultados).
Nos bancos privados e na Nossa Caixa, o crédito da primeira parcela da regra básica da PLR – que corresponde a 45% do salário mais um valor fixo de R$ 483, limitado a R$ 3.150,50 –, deve ocorrer até o dia 10 de novembro. O Banco do Brasil paga a PLR semestral nesta sexta-feira dia 31, e o bônus de 200 anos, no valor de R$ 1.300,00 nos próximos dias. A Caixa Federal também antecipa 50% da PLR nesta sexta-feira.
O Santander anunciou que fará o crédito uma semana mais tarde, no dia 7 de novembro. O valor a ser pago aos trabalhadores – acima da regra básica e sem descontos dos programas de participação – será calculado levando-se em conta a variação do lucro líquido do primeiro semestre de 2007 em relação ao primeiro semestre de 2008 de cada instituição financeira.
PLR total – Na PLR conquistada neste ano, o percentual do salário foi elevado de 80% para 90% e o valor fixo subiu para R$ 966,00. Pela regra, os bancos têm de destinar no mínimo 5% e no máximo 15% do lucro líquido para a distribuição. Quando a distribuição não atingir os 5%, o pagamento deve ser majorado até chegar a 2,2 salários (até o ano passado o teto era de 2 salários), limitado a R$ 13.862,00. O total do adicional à PLR é de até R$ 1.980,00 com antecipação de até R$ 990,00 no primeiro semestre. Os créditos da segunda parcela da PLR e do adicional ocorrem em março de 2009, de acordo com os balanços anuais dos lucros das empresas.
Diferenças – As diferenças nos salários e nas verbas relativas aos meses de setembro e outubro serão creditadas em novembro (veja quadro). No caso dos salários, o reajuste será de 10% para quem ganha até R$ 2.500 e de 8,15% para quem ganha acima de R$ 2.500. No caso das demais verbas salariais, o índice utilizado para a correção foi de 8,15%.
Com isso, o auxílio-refeição passa a R$ 15,92, num total de 22 por mês, enquanto que a cesta-Alimentação chega a R$ 272,93. Juntos, estes dois benefícios garantem uma verba de R$ 623,00 mensal por bancário. O auxílio-creche/babá passou a R$ 196,18, para filhos com até 6 anos e 11 meses.

Vanderlei Zampaulo – MTb-20.124

.: Veja Mais

Imagem Indisponível

Contraf-CUT realiza posse festiva da nova direção nacional nesta sexta

Imagem Indisponível

STF analisará critérios para contratação de pessoas com deficiência

Imagem Indisponível

Itaú fecha parceria com Banco BMG para crédito consignado

SINDBAN TV

Enviar e-mail para amigo
X



Captcha:
O link da notícia será enviado automaticamente
Reportar erro!
X
Se você encontrou erro neste texto ou nesta página, por favor preencha os campos abaixo.
O link da notícia será enviado automaticamente




Captcha:
Menu
Enviar e-mail para amigo
X



Captcha:
O link da notícia será enviado automaticamente