.: Assembleia Legislativa promoveu homenagem aos 50 anos do Sindicato dos Bancários de Piracicaba

A Assembleia Legislativa de São Paulo promoveu sessão solene, nesta manhã de sexta-feira, 23 de outubro, em homenagem aos 50 anos do Sindicato dos Bancários de Piracicaba e Região, completados neste dia 22 de outubro. Iniciativa do deputado estadual Roberto Felício (PT), a sessão, realizada no plenário Juscelino Kubitscheck, reuniu bancários, autoridades e convidados, e foi marcada por amplos elogios ao trabalho do Sindicato dos Bancários de Piracicaba e Região, que ao longo destas cinco décadas, além de desenvolver um trabalho, reconhecido em todos os níveis, em defesa da categoria, também tem forte atuação na sociedade piracicabana, na região, no Estado e também em nível nacional, tendo se envolvido em inúmeros fóruns, eventos e campanhas, defendendo causas e a melhoria do dia-a-dia da população.
A sessão foi presidida pelo deputado Roberto Felício e a mesa principal contou com a participação do presidente do Sindicato dos Bancários de Piracicaba e Região, José Antonio Fernandes Paiva; do presidente do Conespi (Conselho das Entidades Sindicais de Piracicaba, Francisco Pinto Filho; do deputado estadual e presidente da Federação dos Bancários de São Paulo e Mato Grosso do Sul, David Zaia (PPS); do presidente do Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e Região, Luiz Cláudio Marcolino; e do presidente da Contraf-CUT (Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro), Carlos Cordeiro. Na abertura da solenidade, a Banda da Polícia Militar executou o Hino Nacional Brasileiro, seguido da apresentação de um vídeo institucional produzido pela assessoria do sindicato, destacando o início da criação da entidade, seus ex-presidentes, a atual diretoria, e o trabalho desenvolvido ao longo destes 50 anos.
Durante a solenidade, Roberto Felício entregou cartão de prata, em nome da Assembleia Legislativa, ao presidente do Sindicato dos Bancários, assim como prestou homenagens as ex-presidentes interinas Ângela Isabel Ulices Savian, e Sandra Oliva Stefanovitz, representando os ex-presidentes. O presidente da Federação e deputado David Zaia também prestou homenagem ao sindicato, com um cartão destacando o trabalho da entidade, recebido pelo presidente Paiva. 

Autoridades destacam atuação do sindicato

O deputado estadual Roberto Felício enfatizou a importância do sindicato e o fato de a Assembleia Legislativa promover uma sessão em homenagem aos 50 anos da entidade. “Me sinto no meu chão, em casa, quando trato de questões ligadas ao sindicalismo. É uma alegria, uma honra recebê-los aqui nesta Casa. Quando tomamos a iniciativa de propor esta sessão não é para cumprir tabela, mas para garantir que sejam registrados, por esta Assembleia Legislativa, os 50 anos de lutas vitoriosas e de compromisso do Sindicato dos Bancários de Piracicaba com os trabalhadores e com a sociedade.
Esta é uma homenagem da Assembleia Legislativa, que tive a felicidade de propor. É um trabalho que contribui para fortalecer a democracia e o início do 51º ano do Sindicato, iniciado na Assembleia, é o prefácio “para construirmos mais um momento e sermos parceiros, ratificando um compromisso marcado pela construção de uma sociedade mais justa, fraterna e que respeite os trabalhadores”, destacou.
O deputado, que já foi presidente da Apeoesp, disse que é papel dos sindicatos atuar a partir das contradições, se colocando sempre na defesa da sua categoria “e o sindicato de Piracicaba tem sabido fazer isso com destaque”, enfatizou, depois de fazer menção ao trabalho e importância de cada componente da mesa de honra e agradecer a presença de todos, com cumprimento especial aos bancários.
O presidente do Sindicato dos Bancários de Piracicaba e Região, José Antonio Fernandes Paiva, ressaltou que a sessão “é uma enorme satisfação e o reconhecimento pelo momento especial que a Assembleia Legislativa nos está proporcionando. Isso ficará marcado na história construída até este momento nestes 50 anos”, disse, agradecendo o deputado Roberto Felício pela iniciativa e David Zaia pela participação, lembrando que os dois são representantes dos trabalhadores na Assembleia Legislativa.
Em seguida, Paiva agradeceu a participação de cada um, lembrando que o presidente do Conespi acaba de se filiar ao PT, ajudando assim a fortalecer o movimento em defesa das causas que envolvem trabalhadores. Também agradeceu ao presidente da Contraf-CUT e do presidente do Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e Região, citando os últimos acontecimentos envolvendo a categoria, que resultaram em trabalhos conjuntos e conquistas aos bancários.
O deputado David Zaia cumprimentou Roberto Felício pela iniciativa da sessão e disse que era uma justa homenagem à organização dos bancários e à luta dos trabalhadores. “A história dos trabalhadores sempre é pouco registrada, e esta homenagem nesta Assembleia, a Casa do Povo paulista , cumpre este papel”, disse, lembrando que iniciou no movimento sindical na mesma época de Paiva, e que tem nele e nos diretores de Piracicaba, citando o nome das diretoras Ângela Isabel Ulices Savian, e de Sandra Oliva Stefanovitz (diretora e funcionária do Banco Nossa Caixa), uma referência de luta. “O sindicato de Piracicaba está sempre renovado e atuante, com um trabalho firme na defesa dos bancários e da população. O Paiva sempre está presente, é combativo, inovador, convicto de que está sempre fazendo o melhor. É isso que faz a grandeza deste sindicato”, completou.
O presidente da Contraf-CUT, Carlos Cordeiro, declarou que “é um dia especial para o movimento sindical. Esta homenagem aos 50 anos do sindicato coincide com o fim da greve dos bancários, que foi uma das mais longas de toda história”. Fez questão de cumprimentar todas as mulheres participantes, citando o nome da vice-presidente do sindicato, Ângela Isabel Ulices Savian, que tem participado ativamente da Contraf-CUT, que representa mais de 450 mil bancários em todo País.
Luiz Cláudio Marcolino, presidente do Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e Região, ressaltou que o sindicato de Piracicaba é uma entidade “madura, que tem responsabilidade e que representa uma das mais importantes categorias de trabalhadores, seja na concessão do crédito, na relação com a sociedade.... O sindicato de Piracicaba não tem só preocupação coorporativa de defender a categoria, que ao longo dos anos tem obtido, através da luta, inúmeras conquistas, como vale-refeição, PLR..., mas também tem sua preocupação social, com a saúde, as crianças, enfim, trabalha pela redução das desigualdades sociais”, concluiu, cumprimentando a todos os bancários pela participação na última greve. “Vocês fazem parte desta história. Parabéns bancários de Piracicaba e região”.
O presidente do Conespi, Francisco Pinto Filho, agradeceu o deputado Roberto Felício por apresentar a proposta de realização da homenagem ao sindicato. “Agradeço em nome do movimento sindical de Piracicaba. É uma satisfação, um orgulho, uma glória para o movimento sindical”, disse, parabenizando o Sindicato dos Bancários pelos 50 anos, e ressaltando que a entidade é uma “referência para nossa cidade. É um sindicato de luta, de cidadania, não só para os bancários, mas para toda cidade”, concluiu, entregando um cartão em nome do Conespi ao presidente do Sindicato, José Antonio Fernandes Paiva.
A sessão foi encerrada com a execução do hino de Piracicaba, nas vozes de Craveiro e Cravinho.

Vanderlei Zampaulo – MTb-20.124

Youtube

Enviar e-mail para amigo
X



Captcha:
O link da notícia será enviado automaticamente
Reportar erro!
X
Se você encontrou erro neste texto ou nesta página, por favor preencha os campos abaixo.
O link da notícia será enviado automaticamente




Captcha:
Menu
Enviar e-mail para amigo
X



Captcha:
O link da notícia será enviado automaticamente