.: Ações do SindBan garantem condições de trabalho em agência do BB em Capivari

13/04/2017 - 17:00

Em cinco meses, bancários já enfrentaram a rotina de trabalho sem vigilante, água, ar condicionado, serviço de limpeza e três tentativas de assalto

Era domingo a noite, no dia 20 de novembro, quando os bancários do Banco do Brasil foram avisados por um programa de televisão que poderiam perder seus empregos. 402 agências fechadas no Brasil, esse era o cronograma. Entre elas, a agência Rio-Capivari, em Capivari. No mesmo mês, essa e a segunda agência do BB na cidade sofreram tentativas de assalto. Sem condições de atender a população, uma agência foi fechada e a Rio-Capivari, mesmo preparada para fechar, permaneceu aberta.

Apesar dos bancários continuarem trabalhando, os serviços terceirizados, que haviam sido encerrados, não foram retomados. Os funcionários estavam trabalhando sem água, papel higiênico, ar condicionado, vigilante e serviço de limpeza. Desde novembro, o SindBan (Sindicato dos Bancários de Piracicaba e Região), vem promovendo ações para que o banco garanta as mínimas condições de trabalho.

“Em 20 de janeiro, o Sindicato fechou a agência, pois não havia vigilante para trabalhar, por Lei, é proibido trabalhar em estabelecimentos bancários sem a presença de seguranças. Em fevereiro, fechamos novamente a agência por causa do ar condicionado quebrado. Solicitamos e pressionamos o banco para que atendessem as demandas”, explicou o presidente do SindBan, José Antonio Fernandes Paiva.

Em março, a agência sofreu uma nova tentativa de assalto. A ação dos bandidos aconteceu na madrugada do dia 26. O único Banco do Brasil em funcionamento também teve que ser fechado, já que o local ficou sem sistema de energia. Nesta quinta-feira (13), a agência voltou a funcionar, depois da administração realizar os reparos necessários. Segundo o diretor do SindBan, alocado em Capivari, Lucas Passos de Lima, desde do dia do assalto, os bancários estavam solicitando a reforma para voltarem às atividades.

“Conseguimos reativar os contratos com as empresas terceirizadas para garantirmos o mínimo de condições de trabalho. Agora, também depois de várias cobranças do Sindicato e da administração da agência, conseguimos reabrir ao público”, explicou o dirigente sindical.

Na segunda agência do BB, fechada por conta da tentativa de assalto, as obras tiveram início no dia 20 de março. Lima solicitou um pedido de posicionamento no Serviço de Informação ao Cidadão do Banco do Brasil. Na nota oficial, o Banco do Brasil informou que o prazo para conclusão da reforma é 19 maio e mais 30 dias para recomposição do imobiliário. Ainda de acordo com o Banco, o gasto previsto, apenas com os móveis e equipamentos, é de R$ 130.000,00.

Marina Mattus - MTB: 0083471/SP

.: Veja Mais

Delegados votam minuta da campanha neste domingo (22)

Plenária final define neste domingo pauta de reinvidicações da campanha

Bancários da Nossa Caixa coletam assinaturas em defesa da manutenção dos seus direitos

Imagem Indisponível

Reunião Nossa Caixa

SINDBAN TV

Enviar e-mail para amigo
X



Captcha:
O link da notícia será enviado automaticamente
Reportar erro!
X
Se você encontrou erro neste texto ou nesta página, por favor preencha os campos abaixo.
O link da notícia será enviado automaticamente




Captcha:
Menu
Enviar e-mail para amigo
X



Captcha:
O link da notícia será enviado automaticamente