.: 1º de Maio: Festa ou Reflexão?

Esta semana um velho amigo do meu pai me perguntou por que ninguém trabalha no Dia do Trabalho. A simples indagação deste senhor humilde e pouco letrado me fez pensar que muita gente não se dá conta da importância desta data. Talvez, seja consequência de décadas (ou séculos) de alienação e subserviência, impostas por um modelo de sociedade dominada pelo capital, pelo lucro.

A deformação conceitual que se tem sobre o 1º de maio foi planejada pelos dominadores de modo a exortar o produto do trabalho, não o meio pelo qual se produz, ou seja, enaltecer o desempenho da profissão e não do profissional. Esta é uma das razões que pode justificar ou explicar o fato de um senhor trabalhador humilde, sentir-se culpado por não trabalhar na data que considera como o Dia do Trabalho.

O que ‘seo’ Adelino não sabia é que o Dia do Trabalho é, na verdade, o Dia do Trabalhador, e que a data foi instituída durante um congresso socialista em 1889, numa alusão ao movimento grevista ocorrido três anos antes em Chicago (EUA), quando operários cruzaram os braços em protesto às condições desumanas a que eram submetidos em seus postos de trabalho. Portanto, não seria errado afirmar que se trata de um dia de greve geral, em âmbito mundial, para empregados e empregadores refletirem sobre os seus papéis na sociedade.

O 1º de maio é um feriado com alegria e festa para comemorar a vitória dos trabalhadores contra o preconceito e o fortalecimento do movimento sindical, mas também uma data de reflexão, uma oportunidade para revisitar a história e resgatar o exemplo de homens e mulheres que lutaram por conquistas, muitas das quais se incorporaram aos nossos direitos trabalhistas. É o caso, por exemplo, da redução da jornada de trabalho de 13 para oito horas diárias (e agora a luta por 40 horas semanais), o descanso semanal remunerado, o auxílio transporte, as creches, os convênios médicos, o décimo terceiro salário, as férias...

Mas apesar dos avanços, ainda existem feridas abertas, difíceis de serem cicatrizadas, pelo descaso do poder público e pela omissão da sociedade organizada. Trabalho infantil, assédio moral, condições análogas à escravidão e os incontáveis casos de acidentes no trabalho fazem parte de uma realidade que escandaliza, revolta e nos impõe novos desafios para superar.

Defender o trabalhador é lutar pela melhoria da qualidade do ensino nas escolas públicas, pela valorização do sistema único de saúde, pela dignidade dos servidores públicos municipais, por um transporte coletivo eficaz e acessível, pelo direito à segurança e a um teto para abrigar a família. Esse é o lado que escolhemos quando ingressamos no movimento sindical e, mais recentemente, como vereador de Piracicaba, por um partido que ajudamos a construir e que sempre esteve ao lado dos trabalhadores. Um partido que tem como líder, um trabalhador cuja história de vida se tornou um referencial para o planeta: Lula, o filho do Brasil que foi adotado pelo mundo como exemplo de dignidade humana, perseverança, inteligência, humildade e habilidade para negociar em defesa dos quais mais precisam da mão forte do Estado.

Neste 1º de maio, reafirmamos o compromisso de continuar lutando e defendendo a classe trabalhadora, seja a que faz da força física seu instrumento de trabalho, como aquela que utiliza o conhecimento técnico e científico para produzir desenvolvimento, sustentabilidade e qualidade de vida. Sigamos em frente, unidos e atentos à construção de uma sociedade mais justa, fraterna e igualitária.

Feliz dia de luta, companheiros! Feliz dia de descanso, ‘seo’ Adelino.

José Antonio Fernandes Paiva

.: Veja Mais

Imagem Indisponível

Quatro bancos confirmam antecipação da PLR

BB e seus prepostos mentem e aterrorizam associados

Festa Junina do Sindicato e AABB foi sucesso de público

Sindicato e AABB reúnem cerca de 2.000 convidados em Festa Junina

SINDBAN TV

Enviar e-mail para amigo
X



Captcha:
O link da notícia será enviado automaticamente
Reportar erro!
X
Se você encontrou erro neste texto ou nesta página, por favor preencha os campos abaixo.
O link da notícia será enviado automaticamente




Captcha:
Menu
Enviar e-mail para amigo
X



Captcha:
O link da notícia será enviado automaticamente